Blog Labor

A primeira avaliação do ano.

O fim do primeiro trimestre escolar é marcado pelas primeiras avaliações. Também é um momento decisivo para trabalhar as potencialidades e dificuldades dos alunos.

No ambiente escolar, os meses de março e abril são marcados pelas avaliações trimestrais. Para os alunos, é hora de colocar no papel aquilo que aprenderam. Para professores e gestores, o período de avaliação é muito mais do que um teste sobre absorção de conhecimento. Os resultados das provas ajudam a traçar um diagnóstico sobre a eficácia das metodologias e, principalmente, analisar potencialidades e dificuldades dos alunos.

 

Primeira avaliação do ano: momento decisivo

Você sabe melhor do que ninguém: os resultados dos alunos lá no fim do ano são a soma de um ano letivo inteiro. Muitas vezes, crianças que passam “na média” ou ficam em recuperação podem ser direcionadas a resultados melhores logo na primeira avaliação. É fundamental prestar atenção nas entrelinhas, naquilo que as notas nem sempre revelam.

“Se um professor se interessar realmente em avaliar seus alunos e sua classe, analisando cuidadosamente seu desempenho nas provas ou testes, vai descobrir uma mina de indicadores para a continuidade do seu curso como, por exemplo: em que já capacitou os alunos e em que precisa retomar um conceito ou exercitar uma habilidade; que tipos de enganos estão acontecendo, ou quais obstáculos impedem o seu desenvolvimento etc.”- Proposta Pedagógica Labor – fascículo 6

 

Algum aluno demonstrou dificuldade muito maior do que a maior parte da turma? Há crianças cujas notas estão muito abaixo dos demais? A primeira avaliação do ano é um retrato do cenário do ensino pelos próximos meses.

Como são feitas as avaliações na sua escola?

Não tem como fugir de metodologias tradicionais. Provas geram notas e a média do boletim é essencial, inclusive para inserir os estudantes nos próximos passos da vida acadêmica. Alunos com boas médias são habilitados para bolsas de estudo, melhores pontuações no Enem e têm maiores chances de conquistar vagas nas melhores universidades.

Por isso é essencial que a avaliação em provas contemple todo o conteúdo passado em sala de aula. Não há um formato melhor, há aquele que se adapta melhor à rotina da sua escola.

Uma boa avaliação é aquela feita com planejamento. Você aplica a mesma prova todos os anos? Este pode ser um ponto de alerta: o conteúdo disciplinar básico não muda, mas a dinâmica de aprendizagem e o mundo que nos cerca está em constante transformação. É preciso adaptar o ensino à vida moderna e o fazer o mesmo com as avaliações.

Algumas questões que podem te orientar no planejamento das avaliações:

1- Quais foram as atividades diferentes realizadas em sala de aula neste trimestre?

2- Posso aplicar as avaliações em formato diferente? Usando alguma ferramenta de tecnologia, lançando mão de questões com respostas discursivas?

3- A avaliação está de acordo com o conteúdo que foi ensinado no primeiro trimestre?

4- Além das notas, que outros pontos posso identificar com as avaliações? Como farei isso?

Lembre-se que a avaliação também é uma ferramenta essencial para você analisar a sua metodologia e pensar o que pode ser melhorado no próximo período. O ano letivo ainda está começando e sempre é tempo de se reinventar e buscar os melhores resultados para a sua escola e, principalmente, para seus alunos.

Se você precisa de auxílio para rever suas avaliações, quer descobrir novas metodologias de ensino ou busca um ambiente para troca de experiência, procure a Labor. Há 27 anos trabalhamos para transformar a educação no Brasil.