Blog Labor

Avaliação permanente: pense nisso!

Em cada projeto que está sendo desenvolvido é necessário diagnosticar se os alunos realmente estão aprendendo.

Uma tarefa que envolve você e seus alunos. Estamos falando da avaliação permanente, uma construção de longo prazo que permite acompanhar o desempenho dos estudantes e também avaliar a sua metodologia enquanto educador. Estamos falando do professor assumir um caráter processual, formativo e participativo.

Na avaliação permanente utilizamos vários instrumentos e procedimentos tais como a observação, o registro descritivo e reflexivo, os trabalhos individuais e coletivos, os portfólios, exercícios, provas, questionários, dentre outros, tendo em conta a sua adequação à faixa etária e às características de desenvolvimento do educando. Além disso, incentivamos o aluno a se autoavaliar. A avaliação permanente é contínua, cumulativa e diagnóstica.

 

 

 

 

 

Veja este trecho do Fascículo 6 da Proposta Pedagógica Labor:

 

Marina decidiu que sempre começaria suas aulas com uma atividade de avaliação, para verificar a aprendizagem dos alunos na aula anterior. E viu como isso foi importante para ela se orientar e sentir segurança quanto à aprendizagem dos seus alunos. A colega Helena, tendo a mesma ideia, ainda guardou suas pequenas avaliações como uma forma de registro das suas atividades e da evolução dos alunos. Essas sucessivas avaliações, principalmente quando resultam numa forma de registro, são extremamente preciosas para o professor.

 

Não há nenhum grande segredo por trás destes exemplos. As duas professoras inseriram a avaliação permanente na rotina de ensino e aprendizagem: a primeira repassando o conteúdo da aula anterior, para ter certeza de que a turma está preparada para novos assuntos. A segunda montou um arquivo com as avaliações dos alunos que ela também utiliza para registar suas atividades – um material rico que poderá apoiá-la ao planejar as aulas do ano que vem, ou de outras turmas.

 

A avaliação permanente faz parte do escopo de sugestões de trabalho da Proposta Pedagógica Labor. A justificativa é simples: quanto mais atualizadas estiverem suas informações sobre os alunos, maior sua flexibilidade em adaptar as aulas às necessidades deles. É um olhar atento sobre a relação construída dentro da escola – afinal, a aprendizagem é um processo mútuo do qual você também faz parte.

 

“Em nossa experiência, uma avaliação semanal de cada aluno, envolvendo as atividades mais significativas desenvolvidas em sala de aula, permitiu um diagnóstico mais preciso da aprendizagem de todos e da própria prática do professor; garantiu uma atenção mais permanente do professor em relação a cada aluno; ajudou-o a dar seu curso com mais segurança e de forma mais adequada; e levou os alunos a participar e aprender muito mais.”

 

Você pode estar se questionando neste momento se a inserção de avaliações permanentes não vai aumentar sua carga de trabalho e tirar o foco de outras atividades. A ideia da nossa proposta pedagógica é que esta prática seja inserida de forma orgânica na rotina de todos os educadores. Muitas vezes uma única pergunta, uma tarefa de casa ou uma atividade coletiva é suficiente para praticar o exercício de observar seus alunos.

Que tal pensarmos juntos nestas ferramentas? Entre em contato com a Labor Educacional. Para transformar a educação no Brasil a sua participação é fundamental!